sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Bicicleta


É algo como andar de bicicleta: você cai, machuca e jura nunca mais montá-la. Mas passado o susto, o primeiro impacto, você tentará de novo (pode ser que demore algumas horas, dias, meses). Pode ser que nesse momento queira usar um capacete, uma joelheira, uma cotoveleira para se proteger e recomece a dar pequenas pedaladas, indo de quarteirão a quarteirão, sempre na reta e próximo ao meio fio. Até que, novamente, você tenha vontade de sentir aquela brisa no rosto, a mesma de quando estava em uma determinada velocidade e se arrisque um pouco mais e tenha coragem de descer o morro outra vez.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Abandono

SAUDADE.
Por que sinto falta de você? Por que está saudade?
Eu não te vejo mas imagino suas expressões, sua voz teu cheiro.
Sua amizade me faz sonhar com um carinho,
Um caminhar, a luz da lua, a beira mar.
Saudade este sentimento de vazio que me tira o sono 
me fazendo sentir num triste abandono, é amizade eu sei, será amor talvez...
Só não quero perder sua amizade, esta amizade... 
Que me fortalece me enobrece por ter você.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Passagem

Por favor, uma passagem!
- Para qual destino, senhor?
Qual destino ele quer saber. Talvez onde as pessoas deitem em suas camas cansadas de lutar por seus sonhos, e simplesmente, dormem e não aqui onde as pessoas são tristes, e simplesmente, deitam. Queria ir para um lugar onde a boca fosse pequena para o sorriso da minha alma, onde o coração ficasse pequeno por tanto amor, um lugar em que as pessoas dessem importância, dessem carinho, dessem sorrisos. Queria ir para um lugar onde as pessoas se cansam do dia e não do amor, não dos amigos, não dos relacionamento, não da vida.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Segurar o Mundo

"Por mais voltas que o mundo dê, um dia todos nós iremos nos encontrar em algum ponto.
Um ponto pacífico,onde estaremos falando a mesma língua, bebendo o mesmo vinho,contando nossas histórias e rindo, um riso leve e sincero.
Assim, estaremos prontos para percorrer juntos este longo caminho; em que simplesmente falamos de nossos dias, vendo o futuro com olhos livres"

domingo, 26 de outubro de 2014

Saídas


Uma saída

Só há duas saídas: viver ou morrer.
Mas eu não quero morrer!
Resta-me então...viver. 
Sobra-me o sentido dessa minha escolha: a FELICIDADE.
Mas na criação,(in)felizmente, Deus me fez racional, e sei que não a terei em todos os segundos.
Minha finalidade, assim, é ser feliz o mais constante e por mais tempo possível.
O sorriso; o abraço; o carinho; uma boa palavra; o bem...sei que é o caminho.
Mas para a minha infelicidade a hipocrisia existe.Desejo-me e imponho-me tudo isso, para comigo e com os outros, mas as vezes não o posso fazê-lo.
Recaio à minha razão: ser feliz mais constantemente e por mais tempo possível. E nesse momento, descubro que o meu erro é o "constantemente". 
Na minha vida nada é constante, por que a felicidade haveria de ser?
2 + 2 são 4, mas hoje quero dizer que são 5!E descubro, novamente, que nem sempre é a razão que em mim impera.
O sabor tá nas descobertas. Até o de não saber o que descobrir. E eu não sei não o caminho da felicidade, mas suspeito que tenho capacidade para desvendá-lo.
Quero de novo uma só saída: VIVER.

sábado, 25 de outubro de 2014

Momentos

Há Momentos

Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar,
porque um belo dia se morre.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Gravida

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Paraíso


Mesmo tendo juízo 
não faço tudo certo
todo paraíso 
precisa um pouco de inferno

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Beija flor



Beijo-flor 

O beijo é flor no canteiro ou desejo na boca?
Tanto beijo nascendo e colhido na calma do jardim nenhum beijo beijado (como beijar o beijo?) na boca das meninas e é lá que eles estão suspensos invisíveis.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Viagem


Se você ama alguma coisa ou alguém , deixe que parta. Se voltar é porque é seu , se não é porque jamais seria .

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Janela

O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.

domingo, 19 de outubro de 2014

Lua



"Não desfrute somente o sol, aprecie também a lua. Não desfrute somente a calmaria, aproveite a tempestade. Tudo isso enriquece a existência. A vida não acontece somente dentro de uma casa, de uma cidade, de um país: ela tem de ser experimentada dentro do universo"

sábado, 18 de outubro de 2014

Sinos

O sino da minha aldeia,
Dolente na tarde calma,
Cada tua badalada
Soa dentro de minha alma.

E é tão lento o teu soar,
Tão como triste da vida,
Que já a primeira pancada
Tem o som de repetida.

Por mais que me tanjas perto
Quando passo, sempre errante,
És para mim como um sonho.
Soas-me na alma distante.

A cada pancada tua,
Vibrante no céu aberto,
Sinto mais longe o passado,
Sinto a saudade mais perto.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Amanhecer


Bom dia! Hoje é hoje. Chegou esta manhã preparado por muita escuridão: não sabemos se ainda é claro este mundo que acaba de ser inaugurado; vamos clareá-lo, escurecê-lo até que seja dourado e queimado como os duros grãos de milho... 

(Pablo Neruda)

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Autonomia

A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Sombras


Dois amantes ditosos fazem um só pão,
uma só gota de lua na erva,
deixam andando duas sombras que se reúnem,
deixam um só sol vazio numa cama...

De todas as verdades escolheram o dia....
não se ataram com fios senão com um aroma,
e não despedaçaram a paz nem as palavras...
A ventura é uma torre transparente...
O ar, o vinho vão com os dois amantes,
a noite lhes oferta suas ditosas pétalas,
têm direito a todos os cravos...

Dois amantes felizes não têm fim nem morte,
nascem e morrem muitas vezes enquanto vivem...
têm da natureza a eternidade...

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Oração

Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.
Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.
As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão
Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A Noite Cai

Há quem diga que todas as noites são de sonhos. 
Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. 
O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.

domingo, 12 de outubro de 2014

Um Olhar


Quando dois olhares profundos se encontram, nasce uma paixão.
Quando estão próximos mas, se perdem, a lágrima cai num curto tempo espaço do tempo e você nunca vai entender a razão.
Veja o mundo a fora, não pense que nele só há más intenções, pois é em tantos maus desencontros, que dois seres dão a sorte de achar o bom caminho do amor, o perfeito caminho no coração.

sábado, 11 de outubro de 2014

Sementes


Se temos de esperar, 
que seja para colher a semente boa 
que lançamos hoje no solo da vida. 
Se for para semear, 
então que seja para produzir 
milhões de sorrisos, 
de solidariedade e amizade.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Socalcos

beira de um Precipício, diante de você, é assim que me sinto.
A vista, o vento, a liberdade, o perigo, o frio na barriga, o prazer e a insegurança,
o infinito horizonte a minha frente, como isso é bom, como isso dá medo.
Algumas palavras, um passo, por menor que seja... Eu caio.
Você vai segurar a minha mão nessa hora?

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Conchas



O Amor assemelha-se a união de duas conchas, que protegem seu núcleo e sua vida formando uma fortaleza para a pérola, e quando separadas são apenas objectos de admiração, da lembrança de um dia terem sido tudo, e hoje, simples adorno!

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Pescador de Sonhos



Sou um pescador de sonhos como muitos, mas diferente destes, não tenho isca e nem sequer anzol, apenas utilizo as minhas mãos; e o único que pesquei, vai, porém, escorregando por entre os meus dedos.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Idade da Inocência



Não voltaria no tempo para consertar meus erros, não voltaria para a inocência que eu tinha - e tenho ainda. Terei saudades da ingenuidade que nunca perdi? Não tenho saudades nem de um minuto atrás. Tudo o que eu fui prossegue em mim.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Estrela


Mãe. Que a beleza das flores, a doçura do mel, o brilho das estrelas, envolvam você hoje e que você continue irradiando este amor e esta alegria que você sempre nos ofereceu!

domingo, 5 de outubro de 2014

Casa de Colmo


Presume-se que estas casas sejam vestígios das construções primitivas, feitas de madeira e colmo. Utilizavam-se estes materiais, nomeadamente a madeira, devido à sua abundância na época, por serem de fácil aquisição e pouco dispendiosos. Estas casas eram, sobretudo, as habitações de pessoas humildes, normalmente agricultores, que não tinham posses para adquirir materiais considerados mais nobres.

Apesar de a cobertura ser feita apenas com materiais naturais, estes garantem a manutenção de temperaturas amenas, no seu interior, tanto no inverno como no verão e, a sua acentuada inclinação faz com que as águas das chuvas escorram e não se infiltrem, garantindo assim, a sua impermeabilidade.

Estas casas têm três tipos de construção: as casas de empena ou de fio, as de meio-fio e as de quatro águas.

sábado, 4 de outubro de 2014

Flores



E que os espinhos, que te feriram no passado, não retirem do teu ser, o encantamento pelas flores, que se fazem presentes, a cada momento, em teu caminho, no teu viver.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Isolamento

A vida é muito breve, se pensarmos bem e contar o tempo que passamos dormindo ou com preguiça, vemos que passamos mais tempo em nossa cama e sofá do que vivendo de fato experiências. O isolamento, o cárcere, seus complexos e comodismo, só te impede de ver as maravilhas que a vida pode lhe oferecer.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Cuide bem da natureza

Hoje acordei cedo, contemplei mais uma vez a natureza.
A chuva fina chegava de mansinho.
O encanto e aroma matinal traziam um ar de reflexão. 
Enquanto isso, o meio ambiente pedia socorro.
Era o homem construindo e destruindo a sua casa. 
Poluição, fome e desperdício deixam o mundo frágil e degradado.
Dias mais quentes aquecem o “planeta água”.
Tenha um instante com a paz e a harmonia.
Reflita e preserve para uma consciência coletiva.
Ainda há tempo, cuide bem da natureza.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Corrente


Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.