sábado, 24 de novembro de 2012

Pintado de fresco



5 comentários:

lis disse...

Lembra algas do mar... como uma tela abstrata,
A citação é real ,principalmente no que tange a Natureza _essa Arte que é impossível reproduzir ,
deixo abraços Carlo

© Piedade Araújo Sol disse...

esta foto com estas cores merece um poema que aqui transcrevo
.

Eu sou de todas as cores, de todos os sons, de todas as dores, de todos os tons...
Sou água, terra, fogo e ar...
Sou a inércia e o caminhar...
Sou brisa, sou tempestade...
Sou mentira, sou verdade...
Sou lua minguante, sou lua cheia...
Sou pegadas na areia...
Sou a rosa e o espinho...
Sou afeto e sou carinho...
Sou sol, sou maresia...
Sou barulho, sou melodia...
Sou razão, sou sentimento...
Sou a eternidade e o momento...
Sou matéria, sou espírito...
Sou a doença e o antídoto...
Sou séria, sou anarquista...
Sou menina, sou mulher...
Sou o que me der na telha...
Sou o que vc quiser...
Só não imutável, nem uma tediosa mesmice...
Eu não sou MAIS eu... Eu sou apenas EU...
E mesmo assim, imperfeita, já me dou por satisfeita... ;)

Nilza Rodrigues

um bom fim de semana!

um beijo

;)

Canto da Boca disse...

Uma bela foto, de incrível organicidade, e movimento, com um colorido bem harmônico.

Eu aumentei a imagem, vi-na em tela cheia, é sensacional!

Beijos!

Marina Linhares disse...

Jamais diria que é um aquário caso os peixes não estivessem por lá.
Uma pintura de foto.

luna luna disse...

Penso que há uma rosa amarela no invisível que a arte não reproduz
beijinhos