domingo, 14 de abril de 2013

Ruelas da Nazaré



Quero ficar no teu corpo feito tatuagem
Que é pra te dar coragem
Pra seguir viagem
Quando a noite vem
E também pra me perpetuar em tua escrava
Que você pega, esfrega, nega
Mas não lava
Chico Buarque

4 comentários:

Nádia Santos disse...

"Quero ficar no teu corpo feito tatuagem..."Lindo! E a imagem é muito interessante. Bjus
=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Thays Carolina Ferreira disse...

Ah, como eu quero...
Chico Buarque, tão ele...

Sigo-te, ainda que em silêncio.

Abraços.

Canto da Boca disse...

Gosto da curva que meu olhar persegue, do desejo de vislumbrar o que vem, o que virá depois, do que minha angular, seguindo a tua, não consegue enxergar (não consegue enxergar...), não consegue trespassar a barreira. A foto dá uma sensação preguiçosa, dá vontade de me recostar na sombra, e observar a vida passar, sem a pressa dos grandes e caóticos centros urbanos...

E além da bela imagem, arrematas com o Chico (suspiros sem fim, ah, Chico):

"Quero brincar no teu corpo
Feito bailarina
Que logo se alucina
Salta e te ilumina
Quando a noite vem"...

luna luna disse...

as ruelas estreitas da nazaré que tão bem conheço, e o excerto de Buarque arrebatador.
beijinhos