sábado, 14 de novembro de 2015

Ponte..


Eu tenho o tempo,
Tu tens o chão,
Tens as palavras
Entre a luz e a escuridão.
Eu tenho a noite,
E tu tens a dor,
Tens o silêncio
Que por dentro sei de cor.

E eu, e tu,
Perdidos e sós,
Amantes distantes,
Que nunca caiam as pontes entre nós.
Pedro Abrunhosa

1 comentário:

Fátima Fernandes disse...

Belíssima imagem para uma maravilhosa canção!!!
Que nunca, em momento algum, caiam as pontes entre nós....