sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Banco de Jardim...


Numa praça tem um banco inerte e calado,apenas experimentando abraços ,sorrisos e prantos, conversas acaloradas e pessoas caladas, dando colo a quem precisa, descanso pra quem busca e paz, mas só pra quem a procura

2 comentários:

Clarinha disse...

Que banco cheio de charme!
O texto também restou perfeito, bancos são verdadeiros colos.

VIRGINIA RAPHAEL disse...

O banco da praça foi meu conficionário, local de descanso, recanto onde pude apreciar o crescimento dos meninos em pequenos detalhes, vi e ouvi lindas e tristes histórias e assisti o mais sublime gesto de amor que jamais esquecerei. O banco da praça é um cinema onde tudo é real...😚💖