sexta-feira, 17 de maio de 2013

Sonhos e lembranças abandonados





Matar o sonho é matarmo-nos. É mutilar a nossa alma. O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso



2 comentários:

Nádia Santos disse...

É sempre isso que penso quando vejo um imóvel abandonado... acho tão triste. Bjus

luna luna disse...

talvez nada seja para sempre a não ser os sonhos
beijinhos