sexta-feira, 10 de junho de 2016

Desertificação.....


Não há homens nos campos

e os desertos ardem
na própria secura dos ossos.
As terras estão lavradas a sangue
por sulcos movediços
em que os animais se perdem
do tempo.
A paisagem é o verde sofrimento
da carne,
a mágoa confunde-se
na medula do horizonte
e as flores latem seus despojos
entre as cartilagens
de um ângulo
roubado num único lamento.
Luso Poemas


2 comentários:

mム尺goん disse...


na infinitude de
tudo o que poderia ser....


[que imagem linda!]


VIRGINIA RAPHAEL disse...

Esta a herança de um povo!?!?
O homem não sabe conquistar amando, ainda não😟, seja na tomada de território ou na revolução da evolução💖